Hidroponia com lã de rocha ou fibra de coco – O melhor com sondas

lã de rocha
Lã de rocha para hidroponia

Vamos dedicar este artigo à hidroponia com lã de rocha ou fibra de coco e a importância de controlá-lo por sensores/sondas de umidade, temperatura e condutividade para irrigação.

O que é uma cultura hidropônica com lã de rocha?

Hidroponia vem das palavras gregas hydros (água) e ponos (cultivo). A técnica consiste em não usar terra, mas é conveniente que as raízes da planta criem raízes de alguma forma e neste ponto entre a lã de rocha.

Pote de lã de rocha
Pote de lã de rocha. 1-Parte superior porosa para oxigenação. Envoltório de 2 lados. 3- Furo para introduzir a planta. 4-Cubo de lã de rocha.

Cubos de lã de rocha ou fibra de coco preparados para semeadura ou plantio devem ser submersos em água por pelo menos 24 horas e com pH controlado.

Onde existem cultivos hidropônicos?

As hidroponias estão a crescer em muitos países, incluindo Espanha e Portugal, principalmente em climas quentes com muitos dias de sol e especialmente se o solo não for adequado para cultivo ao ar livre.

O mapa acima mostra aproximadamente aquelas com mais estufas hidropônicas do mundo. Em Espanha abundam na Andaluzia, nas Ilhas Canárias e em Múrcia. Especialmente na província de Almeria.

As culturas que melhor se adaptam às estufas hidropónicas são:

  • Tomates.
  • Pimentas.
  • abobrinhas.
  • Melões e melancias.
  • Pepinos.
  • Morangos e frutas vermelhas, como mirtilos, framboesas e amoras.
  • Vagens.
  • Alface.
  • Couves e couve-flor.
  • Brócolis.
  • Ervilhas, favas e ervilhas.
  • Coentros, salsa e outras ervas aromáticas.
  • Como uma bananeira.
  • Flores ornamentais.

A planta não é adequada para semear na lã de rocha. Devemos fazer canteiros separados e transplantar. Se o trouxermos da estufa, ele é inserido pelo orifício que você vê no diagrama.

Uma vez enraizada, a planta está pronta para ser introduzida no suporte de lã de rocha, que por sua vez é disposto em bandejas. No pote podemos colocar o sensor/sonda que vai transmitir as informações de umidade e temperatura.

Partes do suporte hidropônico.
Partes do suporte de hidroponia. 1 piso. 2-Irrigação controlada e pH correto. Sistema de 3 raízes. 4-Pote sem plástico embutido no suporte. 5-Suporte plástico que cobre a lã de rocha, submerso na bandeja. 6- Bulbo úmido. 7-Sensores/sondas de umidade e temperatura para irrigação hidropônica. 8- Piso protegido com plástico que geralmente é branco ou preto.

Fibra de coco para hidroponia

A fibra de coco também pode ser utilizada e o diferencial está no controle do pH.

Vem da desfibração triturada da noz de coco. A planta enraíza-se facilmente porque a fibra é bastante porosa, além de ter a propriedade de reter bem a água e as substâncias orgânicas que lhe são adicionadas.

Pode ser utilizado em vários ciclos de cultivo por ser bastante resistente.

soporte hidropónico
Suporte de hidroponia

Preparação da estufa

Os fatores que influenciam em hidroponia são:

  • Isolamos todo o terreno perfeitamente alisado com um plástico, de preferência branco porque dá mais luz.
  • Fechamos a estufa tentando manter os insetos fora. É bom colocar fita amarela com inseticida para pegar quem pode entrar sorrateiramente no estabelecimento.
  • A estufa deve ter um bom sistema de ventilação.
  • Coloque os painéis de lã de rocha devidamente protegidos e faça os furos adequados para inserir a planta ou vaso.
  • Coloque sensores que medem temperatura, umidade, luz e pH.
  • Instale um sistema de irrigação, normalmente por gotejamento, que ao mesmo tempo alimenta a planta com os nutrientes necessários.
  • Se a quantidade de irrigação não for controlada, leva à necessidade de incorporar um sistema para reaproveitar o excesso de água. Caso contrário, esse excesso de água é altamente poluente devido aos nutrientes que contém.

Diferentes maneiras de colocar à hidroponia

hidroponia
Culturas hidropônicas
hidroponia verticai
hidroponia verticai

Vantagens da hidroponia com lã de rocha ou fibra de coco

Vasos de lã de rocha embutidos em painéis de lã de rocha oferecem muitas vantagens:

  • Controle total da água que a planta necessita e dos nutrientes, evitando o estresse hídrico da planta. A lã de rocha retém muito bem a umidade e não deve ultrapassar 80%. Essa umidade pode ser controlada com sensores Plantae que enviam informações em tempo real. O mesmo vale para a fibra de coco.
  • Permite a medição de pH, salinidade, luminosidade, temperatura e oxigênio. Quanto mais controlado tudo estiver, melhor para a quantidade e qualidade da produção. Sensores de condutividade para controlar a salinidade nos fornecem informações em tempo real. Mesmo com sensores de temperatura.
  • As ervas daninhas não crescem.
  • Ausência de pragas e doenças se houver um controle exaustivo dos fatores de umidade e temperatura que podemos fazer com os sensores Plantae. O alagamento pode causar danos às raízes que deterioram a planta.
  • A esterilização das instalações é muito fácil, normalmente com vapor.
  • Qualidade e quantidade das colheitas é muito maior.
  • Água e energia são economizadas.
  • Várias colheitas por ano podem ser feitas se o clima permitir ou a estufa estiver devidamente condicionada com temperatura.
  • Os produtos obtidos são muito mais limpos.
  • O cultivo pode ser feito em qualquer lugar: terrenos de todos os tipos, terraços, terrenos rochosos, desertos.
  • Em lã de rocha e fibra de coco, as leituras dos sensores são a cada 2 minutos desde que é feita a microirrigação.
Sondas de humidade e temperatura na hidroponia de tomate em Torres Vedras - Portugal
Sondas de humidade e temperatura na hidroponia de tomate em Torres Vedras – Portugal

Desvantagens

  • Investimento inicial bastante elevado.
  • Requer treinamento adequado para lidar com as constantes mencionadas.
  • Danos significativos à produção se houver falha no sistema e não for controlada em um curto período de tempo.
  • Devem ser encontradas maneiras de reciclar a lã de rocha depois de descartada. Em alguns países é reutilizado para isolamento de construção.
Sondas hidropônicas de umidade e temperatura
Sondas hidropônicas de umidade e temperatura

Plantae, depois de realizar testes e ensaios com este tipo de cultura ao longo do verão, instalou sensores de temperatura do subsolo em morangos e tomates em Portugal. A tecnologia sem fio de precisão e o monitoramento de parâmetros controlam a umidade do cultivo em tempo real e se adaptam à microirrigação que deve ser realizada neste tipo de cultivo.

Sensores em Hidroponia
Sensores em Hidroponia

Fonte

PlantaeAGRO

Plantae

Seções

Você está procurando informações especializadas?

Entre em contato agora gratuitamente e sem compromisso com nossa equipe de Engenharia Agronômica