Olival intensivo e superintensivo – A melhor irrigação com sondas

Uma das principais culturas em Portugal é a oliveira e cada dia é mais frequente encontrar olival intensivo e superintensivo.

Os sensores Plantae são especialmente indicados para essas plantações e neste artigo vamos detalhar as características especiais que possuem e os cuidados que precisam, principalmente na irrigação.

Olival tradicional

É o olival no seu estado selvagem, dependendo da sua adaptação ao clima, ao terreno e aos cuidados que lhe são dispensados ​​através de podas, regas, etc…

A produção às vezes é limitada e os benefícios não correspondem ao trabalho. A colheita geralmente é manual. As máquinas não se movem facilmente pelo olival. Depende do aproveitamento tecnológico das encostas dos olivais e da distribuição.

Este tipo de cultivo tradicional é comum em Espanha, Itália e Portugal. Atualmente há uma tendência de mudança, principalmente na gestão de novas fazendas.

Operario de Plantae instalando sensores
Técnico da Plantae instalando sensores na oliveira tradicional

Olival intensivo

A preocupação com a qualidade, a rentabilidade e a redução de mão-de-obra têm levado os agricultores a considerarem outros tipos de olival diferentes do tradicional.

Ao plantar uma nova quinta com olival intensivo, fazemos um estudo do terreno, planificamo-lo com distâncias de 6×6 metros entre si ou 6×3. As ruas devem ter 6 metros para facilitar a passagem das máquinas. Também para isolar as oliveiras e melhorar a passagem de ar entre elas.

Isso nos permite implementar sistemas de irrigação por gotejamento ao pé da árvore e que podem ser regulados e assim aumentar e melhorar a qualidade da azeitona. Além de poder adicionar fertilizantes e produtos que previnem doenças na oliveira à irrigação.

Também a vantagem de colher as azeitonas com máquinas vibratórias.

Acompanhe a irrigação da oliveira intensiva e superintensiva por celular
Acompanhe a irrigação da oliveira intensiva e superintensiva por celular
Hub en olivar
Centro receptor Plantae na oliveira intensiva

Olival superintensivo

A diferença com a oliveira intensiva é que a árvore agora é em forma de sebe e com ruas de no máximo 4 metros. Até 2000 oliveiras por hectare são alcançadas, enquanto o intensivo não ultrapassa 600 por hectare.

A expectativa de vida dessas oliveiras é de aproximadamente 13 ou 20 anos, enquanto nas intensivas podem chegar a 40. (Em ambos os casos, pode haver variações dependendo do clima e do relevo).

Isso torna necessário repovoar com muita frequência. A irrigação é essencial, geralmente por gotejamento e controle dessa irrigação.

A escolha do tipo de plantação depende do terreno, das possibilidades de irrigação e do clima.

Regime de plantação de oliveiras, intensivo e superintensivo
Regime de plantação de oliveiras, intensivo e superintensivo
Sensores a dos profundidades en olivar intensivo
Sensores a duas profundidades na oliveira intensiva

Vantagens e desvantagens da oliveira intensiva e superintensiva


As Comunidades Autónomas que têm clima adequado para a oliveira estão a realizar estudos sobre ambas as espécies.

As vantagens são:

  • Alta produção especialmente nos primeiros anos.
  • A possibilidade de usar meios mecânicos para a coleta. Isso reduz muito o trabalho. As azeitonas chegam aos lagares muito rapidamente e tudo é mecanizado.
  • As variedades que estão se saindo melhor são os tipos «arbequina» e «arbosana».
Olivar superintensivo
Plantações super intensivas

As desvantagens, especialmente no superintensivo, são:

  • Os custos de plantação que em olival intensivo são elevados e em superintensivos bem mais elevados.
  • A curta duração das lavouras, devido ao problema de controle do vigor das árvores, principalmente nas superintensivas.
  • Eles têm problemas de ventilação e iluminação. Isso faz com que as doenças aumentem.
  • Eles também têm uma grande necessidade de rega controlada.
  • Eles precisam de tutores para guiar as oliveiras e podas especiais.
  • Precisa de enxertos a cada certo número de anos. O replantio pode ser feito em etapas, para manter sempre uma produção mínima.

Irrigação em olival intensivo e superintensivo

A distribuição online das oliveiras significa que a irrigação por gotejamento pode ser instalada com muita facilidade.

As tubulações podem ter um medidor de vazão aplicado para controle total da água de irrigação.

Os sensores são distribuídos perto da oliveira e em diferentes profundidades para controlar totalmente o bulbo úmido.

Os sensores nos fornecem informações sobre:

  • A humidade do subsolo.
  • A temperatura do subsolo.
  • Condutividade e, portanto, controle do acúmulo de sais.
  • Temperatura ambiente.
  • Umidade relativa.
Esquema de irrigação por gotejamento
Esquema de irrigação por gotejamento. 1- Chuva. 2-Absorção.3-Irrigação por gotejamento. 4- Transpiração. 5-Sensor de condutividade. medição do acúmulo de sal, sensor de 6 umidade. 7-Pinga mangueira. 8- Bulbo úmido. sistema de 9 raízes. 10-Sais acumulados. 11-Filtragem do subsolo. 12-profundidade
Distribuição do olival superintensivo
Distribuição do olival superintensivo

Fuente:

Plantae

Seções

Você está procurando informações especializadas?

Entre em contato agora gratuitamente e sem compromisso com nossa equipe de Engenharia Agronômica