Permacultura e horticultura sustentável – Aplicações (III)

Para ampliar os benefícios da permacultura e da horticultura sustentável nos aspectos sociais, econômicos, ambientais e culturais, veremos as diferentes aplicações que este campo tem e os benefícios da aplicação de sondas e sensores agrícolas para maior rentabilidade.

Aplicações específicas da permacultura e horticultura
Policulturas

Evite monoculturas e promova o plantio de culturas diversas no mesmo espaço, analisando previamente o que interessa em cada local de acordo com a morfologia do terreno. Isto promove a biodiversidade e reduz o risco de pragas e doenças, favorecendo o crescimento de cada variedade.

Distribuir zonas e setores

O desenho da permacultura baseia-se na ideia de distribuir o cultivo por zonas e setores. As culturas são organizadas de acordo com a frequência de uso e necessidades. Os setores são organizados de acordo com fatores como sol, vento e água de irrigação com o objetivo de otimizar sua localização.

Agrofloresta

Esta técnica consiste em combinar árvores, arbustos e culturas agrícolas no mesmo terreno sempre que a variedade o permita. Isto cria microclimas favoráveis, culturas como os cereais protegem o solo, fornecem alimento e abrigo à vida selvagem e podem melhorar a qualidade do solo porque evitam a transpiração.

Rotação de culturas em permacultura e horticultura

Esta prática de rotação de culturas é muito importante para melhorar a saúde do solo, evitando que o solo perca nutrientes e reduzindo o acúmulo de pragas e doenças.

Compostagem e cobertura morta

O uso de composto e cobertura morta orgânica ou cobertura morta com restos orgânicos é essencial na permacultura e na horticultura, para melhorar a estrutura do solo, reter a umidade e fornecer nutrientes às plantas.

Banco de sementes e variedades locais

As variedades locais de plantas, adaptadas às condições locais, favorecem o cultivo para uma melhor adaptação às condições climáticas, contribuem para a diversidade genética e a adaptação ao meio ambiente.

Cultivo em espiral

As espirais de cultivo são uma técnica de permacultura que permite tirar partido de diferentes condições de luz e humidade num espaço reduzido, favorecendo uma maior diversidade de plantas, organizadas em terraços.

Jardins verticais e treliças

É a agricultura urbana através de jardins verticais e treliças, onde podem ser cultivadas plantas trepadeiras e suspensas.

Polinizadores e habitats

A mistura de culturas com desenhos de áreas específicas para atrair e manter polinizadores, como colmeias e borboletas, favorece a fertilização de muitas plantas.

Evite pesticidas

Aplicar práticas agrícolas livres de agrotóxicos e produtos químicos tóxicos, com preparações biodinâmicas, que protegem os polinizadores e outros organismos benéficos, além de evitar a propagação de pragas.

No seu conjunto, a permacultura promove práticas agrícolas e hortícolas que são mais amigas do ambiente, mais eficientes em termos de recursos e que promovem a resiliência dos sistemas de produção alimentar.

Benefícios da aplicação de sondas e sensores agrícolas

Nossos técnicos estudam o terreno e as culturas, o clima da região. Avaliamos a quantidade de sensores e a situação ideal.

Sensores nos medem:

  • A umidade do subsolo adaptando a profundidade à cultura de acordo com o enraizamento.
  • Temperatura do subsolo.
  • Valores de condutividade e, portanto, de salinidade.
  • Medição da vazão de água a ser irrigada com medidor de vazão e tempo de irrigação.

Fontes:

Plantaeagro

Você está procurando informações especializadas?

Entre em contato agora gratuitamente e sem compromisso com nossa equipe de Engenharia Agronômica